Sábado, 24 de Novembro de 2012

Assaltado armazém de frangos na Beira

UM grupo de 15 homens, dos quais seis munidos de armas de fogo de tipo AKM, e fazendo-se transportar numa viatura assaltou ontem, cerca das 11 horas o armazém de frangos e ovos da firma Abílio Antunes na zona de Maquinino, na cidade da Beira, em Sofala, tendo roubado avultadas somas monetárias da receita dos últimos dias estimada em milhões de meticais.

O facto que culminou com a destruição completa de uma arma de fogo do agente de segurança contratado para guarnecer o armazém, foi já canalizado à 5ª Esquadra da PRM para averiguação, cujos criminosos continuam a monte.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 10:19
link do post | comentar | favorito

Despiste de autocarro faz 46 feridos em Cabo Delgado

QUARENTA e seis feridos, dois dos quais em estado grave são o balanço imediato de um acidente de viação registado na manhã de ontem, no cruzamento da sede do Distrito de Ancuabe, Cabo Delgado.

O desastre traduziu-se num despiste do autocarro de passageiros baptizado com nome de “Está na Moda”, que regularmente liga o distrito de Mueda e a capital provincial, Pemba (vice-versa). Os feridos foram depois transportados para o Hospital Provincial onde estão a receber a necessária assistência médica.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 10:09
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2012

Província de Nampula: Funcionários em greve na Direcção de Educação e Cultura

Pouco mais de mil funcionários de Educação e Cultura, designadamente auxiliares administrativos e agentes de serviço afectos aos distritos da província de Nampula, estão em greve desde a manhã desta quinta-feira, clamando pelo pagamento de salários e outros subsídios legalmente previstos, que reclamam estar em atraso de seis meses.

Segundo apurou o Canalmoz, várias tentativas já foram empreendidas pelos manifestantes, não tendo resultado em nada, senão em promessas habituais por parte do Governo provincial, bem concretamente pelo então secretário permanente provincial, António Máquina, actualmente chefe do Gabinete do Primeiro-Ministro de Moçambique.

Para verem satisfeitos os seus direitos, aquele grupo de funcionários públicos optou por uma greve pacífica que paralisou as actividades na Direcção Provincial de Educação e Cultura desde a manhã de ontem.

Dizem eles que caso não sejam pagos os seus ordenados não retornarão ao trabalho, alegadamente porque de promessas já basta.
O director provincial adjunto de Educação e Cultura em Nampula, José Óscar Chichava, falou à Imprensa na manhã de ontem para justificar o sucedido. Disse que a procura da solução para o pagamento dos ordenados está numa fase muito avançada e classifica como estando na ordem dos 90%, ou seja, apenas faltam 10% de esforço para que os manifestantes sejam pagos, daí que alegou “não ver motivos para que eles assim se comportem”.

Parece, porém, esquecer o director adjunto de Educação e Cultura em Nampula que os manifestantes são chefes de famílias e estudantes que estão há seis meses a viver de dívidas para conseguir satisfazer as suas necessidades básicas e familiares. Talvez porque para os dirigentes não haja atrasos de salários.

Na ocasião, a fonte fez saber que há uma autorização expressa por parte da governadora de Nampula, Cidália Chaúque, para que se proceda o pagamento dos auxiliares administrativos e agentes do Estado em serviço.

Chichava justifica a demora com o facto de o dinheiro público ter tramitações a percorrer.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 13:48
link do post | comentar | favorito

Oito funcionários do Estado julgados por desvio de fundos

Oito funcionários do Estado estão a ser julgados desde o passado dia 19 de Novembro corrente, acusados de desvio de fundos públicos, no valor de 856 mil meticais. Deste grupo, o Canalmoz conseguiu apurar que 5 são funcionários afectos à Direcção Provincial do Trabalho de Maputo.

No primeiro dia do julgamento, segunda-feira, a juíza da quinta secção do Tribunal Judicial da Província de Maputo ouviu três réus, faltando agora ouvir os restantes cinco réus, a partir do dia 28 de Novembro.

O Canalmoz soube ainda de uma fonte próxima do processo que entre os acusados consta uma ré detida, e que na altura dos factos estava afecto ao sector do Sistema de Administração Financeira do Estado (SISTAFE) na Direcção Provincial do Trabalho. O grupo terá desviado fundos através de processos fraudulentos que consistiu em efectuar pagamentos a funcionários e serviços inexistentes.
“O julgamento começou na segunda-feira e foi suspenso no mesmo dia. Até aqui foram ouvidos três réus dos oito em julgamento. Vai continuar próxima semana. Devido ao elevado número de implicados, as audições serão feitas em fases. Não se sabe quando é que será lida a sentença”, disse a fonte ao canalmoz sublinhando que quando se começou com as investigações muitos implicados passaram de arguidos a declarantes.

Do grupo, apenas uma ré é que está detida, os restantes estão a responder o processo em liberdade.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 13:41
link do post | comentar | favorito

Cancro do colo uterino: Moçambique submete pedido de vacina à OMS

O governo já submeteu um pedido a Organização Mundial da Saúde (OMS) para que Moçambique seja elegível a vacina contra o cancro do colo uterino, que já se transformou num problema da saúde pública no país, anunciou hoje, Carla Matos, chefe do Departamento de Doenças Não Transmissíveis no Ministério da Saúde (MISAU).

Carla Matos, que falava a imprensa moçambicana na cidade do Porto, a margem da visita de trabalho que a Primeira-dama, Maria da Luz Guebuza efectua desde terça-feira a Portugal, disse que o preço tem sido o maior impedimento para a sua massificação no país devido às elevadas somas de dinheiro envolvidas.

Enquanto o governo aguarda pela autorização para a recepção da vacina a preços sustentáveis, segundo Carla Matos, Moçambique tem vindo a implementar desde 2009, um programa de detenção precoce que permite tratar a doença e impedir a sua evolução para a fase de cancro.

A Primeira-dama moçambicana deverá dissertar, sexta-feira, no seminário internacional sobre “Criança Doente Oncológica e a Criança Portadora do HIV”.

“O rastreio que Moçambique está a realizar neste momento é um programa barato. Ele permite detectar a doença antecipadamente e, uma vez diagnosticada, a pessoa é tratada e só volta cinco anos depois a unidade sanitária para fazer o controlo”, disse Matos. Tambem avançou que, actualmente, o serviço de rastreio do cancro do colo uterino em Moçambique está a ser feito em 77 unidades sanitárias em todo o território nacional, integrado no programa de planeamento familiar.

O elevado índice desta doença em Moçambique, segundo Carla Matos, está relacionado com o início precoce das relações sexuais pelas mulheres. Além disso, muitas mulheres não procuram assistência médica em caso de complicações de saúde.
“Esta doença é evitável porque a partir do aparecimento da infecção ela leva entre 10 a 12 anos para evoluir para a fase de cancro, tempo suficiente para se evitar a sua progressão”, alertou.

Nesta área o seminário do Porto poderá ajudar Moçambique na angariação de mais apoios para as áreas de pesquisa, diagnóstico, formação de pessoal e na investigação do cancro em geral.

Moçambique também está a trabalhar com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para que esta organização concentre as suas atenções para o combate desta doença no país.
Sobre a criança portadora do HIV, outro tema a ser abordado por Maria da Luz Guebuza, tendo como pano de fundo reduzir para zero a transmissão vertical (mãe para filho), Carla Matos disse que este serviço está a ser prestado em mais de mil unidades sanitárias.
Neste contexto, cerca de um milhão de mulheres gravidas seropositivas beneficiam actualmente de aconselhamento e tratamento, como única forma de garantir o nascimento de crianças livres do HIV.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 13:06
link do post | comentar | favorito

FC Porto vai abrir academia em Moçambique

O FC Porto vai assinar esta sexta-feira um protocolo de cooperação com o Clube Ferroviário de Maputo, que prevê a abertura de uma escola de futebol «Dragon Force», anunciou o clube português.

A escola de formação vai funcionar no Campo da Baixa (Maputo), onde treinam os atletas do emblema moçambicano, e o acordo será firmado entre o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, e o vice-presidente do Ferroviário, Aníbal Aleluia, num acto que será apadrinhado pela primeira dama de Moçambique, Maria da Luz Guebuza, no Estádio do Dragão.

Segundo comunicado divulgado no sítio dos portistas na internet, «esta parceria visa promover o desenvolvimento de um trabalho sustentado, não só em termos desportivos, mas sobretudo no plano social».

«A ideia é transportar os valores azuis e brancos para a nova escola e para os escalões de formação do Ferroviário, havendo a intenção de alargar o âmbito desta cooperação a outras províncias de Moçambique, estreitando cada vez mais as relações entre o FC Porto e aquele país», refere a nota.

Segundo o FC Porto, esta parceria «contribuirá para vincar, de forma ainda mais expressiva, a marca do Dragão no continente africano» e prevê a revitalização das infraestruturas do Ferroviário.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 12:34
link do post | comentar | favorito

Província de Tete: Oito óbitos por diarreias nos últimos nove meses

OITO pessoas padecendo de diarreias num universo de 43.171 casos diagnosticados ao longo dos últimos nove meses do ano em curso perderam a vida em diversas unidades sanitárias, com maior destaque para o hospital provincial de Tete.

Os dados foram facultados à nossa reportagem ontem pela directora provincial da Saúde, Dra.Carla Mosse, que referiu haver ultimamente uma subida de casos de diarreias, o que está de certa maneira a preocupar as autoridades sanitárias, tendo em conta que a cólera poderá ocorrer nos próximos meses, época das chuvas.

O maior número de casos de diarreias foi notificado na cidade de Tete, com 13.445 correspondendo cerca de 31.1 porcento do total de casos reportados ao nível da província. Uma das principais causas desde elevado número de casos tem a ver com o deficiente saneamento do meio por falta de latrinas, uma vez que a cidade está localizada numa zona rochosa que não permite a abertura de latrinas.

“Medidas preventivas estão sendo levadas a cabo pelas autoridades sanitárias que consistem na mobilização das comunidades sobre a necessidade de observância rigorosa de cuidados elementares da higiene e limpeza no seio das comunidades e pessoas singulares” - disse Dra. Carla Mosse.

A médica disse que a tónica das palestras em curso nas comunidades desde os princípios deste semestre reside em exemplos práticos e simples como a fervura de água, uso do cloro, conservação de alimentos, construção e uso correcto de latrinas, para evitar a ocorrênciada cólera .
Relativamente à campanha da semana nacional de vacinação a decorrer no país de 26 a 30 de Novembro em curso, a direcção provincial de Saúde projectou 381.078 crianças dos 0 a 5 anos de idade como meta na vacina contra a poliomielite, 365.478 Suplementação da Vitamina A e 323.136 desparasitadas.

De acordo com a directora provincial de Saúde, um número considerável de cerca de 443.477 mulheres vão beneficiar de meios de prevenção de gravidez através do planeamento familiar e um dado novo a ser introduzido na campanha é o registo à nascença de crianças, uma acção que será executada em coordenação com o Ministério da Justiça.

Cerca de 337 brigadas móveis constituídas por profissionais da saúde vão assegurar a campanha de vacinação e, segundo a directora provincial de Saúde, já se encontram criadas todas as condições logísticas desde os recursos humanos, materiais e meios de locomoção.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 12:15
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds