Sexta-feira, 22 de Junho de 2012

Acidente de autocarro provoca oito feridos

UM aparatoso acidente de viação do tipo despiste e capotamento envolvendo um autocarro da empresa Etrago provocou oito feridos ligeiros e dois em estado grave.
O sinistro, que teve lugar na zona da Macia, província de Gaza, aconteceu quando o veículo, saindo da cidade de Maputo, se deslocava à província de Nampula.Segundo informações facultadas ao Jornal Notícia por Cremildo Devesse, chefe das Operações no Comando Distrital local, o acidente se deveu ao excesso de velocidade, aliado ao estado escorregadio do pavimento devido à chuva miúda que se registava na ocasião. Sabe-se ainda que os feridos estão sob cuidados médicos no Centro de Saúde daquela vila.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 07:21
link do post | comentar | favorito

Magistrados discutem próxima semana problemas de actuação do Ministério Público

A procuradoria-Geral da República (PGR) promove, próxima semana, um encontro de reflexão para analisar os problemas e as dificuldades que afligem o Ministério Público na sua actuação.
Trata-se das primeiras Jornadas Jurídicas do Ministério Público, realizadas com objectivo de promover um espaço de interacção e debate sobre os pontos fracos na fiscalização da legalidade, investigação de casos criminais entre outras matérias da alçada deste órgão.
A procuradora-geral adjunta, Lúcia Maximiano, admite que na sua actuação o Ministério Público tem tido dificuldades que não se podem resolver no momento, razão pela qual se decidiu pela realização de um encontro de reflexão.
“Esses problemas que temos tido depreendem de vários factores e ,como não podem ser resolvidos na hora, estes serão temas de debate nas jornadas”, explicou.
A Procuradoria diz-se preocupada com a superlotação das prisões, sobretudo com pessoas que cometeram crimes de pequena monta, por ineficiência do processo sumário.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 07:13
link do post | comentar | favorito

MDM junta forças para enfrentar e vencer a Frelimo na cidade de Maputo

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) acredita que vai concorrer em pé de igualdade com a Frelimo nas eleições autárquicas de 2013, na cidade de Maputo, por isso, já está a intensificar acções para fortalecer o partido nesta cidade.
Para garantir a tão almejada vitória, o partido acaba de empossar novos membros da mesa do Conselho da Cidade para auxiliar o delegado político eleito e empossado ao princípio deste ano.
O novo elenco tem a missão de desenhar estratégias para mobilizar membros e formá-los em mobilização e propaganda. Assim, a mesa do Conselho da Cidade promete de tudo fazer para conquistar a confiança política de mais munícipes de Maputo e garantir apoio da população nos próximos pleitos eleitorais.
O chefe de Mobilização do MDM, Geraldo de Carvalho, defende que o partido já deu passos visíveis para provar que pode concorrer em pé de igualdade e até vencer a Frelimo nos pleitos eleitorais.
“Há muita coisa errada na gestão do Município de Maputo, por isso que nós achamos que os citadinos vão compreender a nossa mensagem e proposta. Queremos ter mais pessoas para nos ajudarem na mobilização da população, para esta perceber que está na hora de mudarmos as nossas vidas nesta cidade”, afirmou Carvalho.
Para o efeito, o partido está a levar a cabo campanhas de instalação de órgãos sociais; bem como de consciencialização para conseguir angariar novos membros para o partido.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 07:07
link do post | comentar | favorito

Governo quer legislação sobre medicina tradicional

O governo moçambicano e representantes da sociedade civil estão a preparar legislação sobre medicina tradicional, que entrará em vigor no próximo ano.
Segundo as mesmas fontes, citadas pela Agência Portuguesa de Informação (Lusa), a legislação, cuja proposta encontra-se em debate, poderá responder a alguns dos problemas levantados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), relacionados, sobretudo, com o uso de espécies erradas, adulteração de produtos medicinais, dosagem descontrolada, entre outras práticas erradas.
“Para a concretização dos pressupostos da Política da Medicina Tradicional propõe-se, como uma das acções estratégicas para o Governo, a formulação de leis sobre a práticada medicina tradicional, protecção dos direitos de propriedade do conhecimento tradicional e protecção da biodiversidade”, disse uma fonte governamental.
Em Nampula, norte do país, está reunido o 34º Conselho Provincial de Saúde, que junta profissionais do sector, parceiros de cooperação e convidados.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 07:01
link do post | comentar | favorito

Oposição diz que juventude poderá ser silenciada

A oposição aconselha os jovens a intervirem na revisão da Constituição sob o risco de serem silenciados e verem seus direitos hipotecados.
O conselho foi dado ontem durante a conferência nacional “Pensar Moçambique”, um evento promovido pelo Parlamento Juvenil (PJ), ao qual os jovens convidaram deputados e membros da Comissão ad hoc, para apresentarem o ponto de situação da revisão da Constituição da República.
A Renamo e o MDM defenderam que os jovens devem “abrir os olhos” e intervir no processo de revisão para não serem surpreendidos pelo novo texto da Constituição a ser aprovado.
“Nós sentimos que a revisão está a ser feita às pressas e numa altura em que existe um partido que pode decidir sozinha sobre como quer que a Constituição seja. Isto é um risco para todos, inclusive para a juventude, se ela não intervir com força. Os jovens podem ser ainda mais silenciados pelo sistema”, disse Fernando Mazanga, da Renamo.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 06:57
link do post | comentar | favorito

Futura sede da Frelimo será no Zimpeto

O porta-voz do partido Frelimo, Edson Macuácua, anunciou, ontem, que a futura sede do comité da cidade de Maputo do partido Frelimo será transferida da Avenida de Angola para o bairro de Zimpeto, no mesmo local que vai acolher, segunda-feira, as celebrações dos 50 anos do partido.
Este será um dos grandes legadosa serem deixados no local onde irão decorrer as cerimónias, dos 50 anos do partido, no Zimpeto, próximo do antigo paiol. Como forma de lançamento das futuras obras, o presidente do partido, Armando Guebuza, vai proceder, esta segunda-feira, ao plantio de uma árvore no local.
Sem avançar dados em relação ao arranque das obras e do respectivo orçamento, Edson Macuácua disse ao “O País” que, de momento, todas as atenções estão viradas para a efeméride do dia 25 de Junho.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 06:46
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Junho de 2012

Assassinou sobrinho de quatro anos e esperava receber 60 mil meticais

Um dos assassinos do menor de quatro anos para a extracção de órgãos genitais e visuais em Guara-Guara, no distrito do Búzi, em Sofala, não é nada mais nada menos o seu tio, Fernando Joaquim, de 18 anos, ora detido com Mica João Chinhoca (35) e Fernando Filipe (29), em conexão com o caso.
A Polícia revelou ontem que Fernando Joaquim, o tio da vítima, esperava receber uma quantia de 60 mil meticais, sendo apontado Mica João Chinhoca, comerciante, como o principal mandante do crime que deixou Guara-Guara revoltada, mesmo antes de a comunidade local saber quem eram o presumíveis homicidas.
Reza a história que Fernando Joaquim foi contactado por Fernando Filipe para arranjar uma criança. Filipe respondia à solicitação de Mica João Chinhoca, proprietário de uma moagem, interessado em órgãos genitais e visuais, bem como sangue de uma pessoa de menor idade, para fins de obscurantismo, visando supostamente prosperar no seu negócio.
Fernando Filipe prometeu compensar Fernando Joaquim com 60 mil meticais, caso conseguisse arranjar uma criança. E foi desta forma que Fernando Joaquim acabou por atrair Isaías Francisco, seu próprio sobrinho, para a morte.
Os três indiciados na prática deste homicídio voluntário qualificado, segundo a Polícia, amarraram na criança e com recurso a paus e outros instrumentos contundentes, bateram-na até à morte, tendo posteriormente extraído os órgãos genitais, a vista e recolhido sangue.
Consumado o crime, Mica Chinhoca e Fernando Filipe alertaram Fernando Joaquim para que abandonasse a zona, tendo-lhe entregue apenas dois mil dos 60 mil meticais prometidos, ficando o restante (58 mil meticais) por receber, logo que a situação ficasse calma.
Fernando Joaquim veio a ser neutralizado pela Polícia na localidade de Estaquinha, no distrito do Búzi, a caminho do posto administrativo de Muxúngué, distrito de Chibabava, onde pretendia esconder-se.
Já nas mãos da Polícia, Fernando Joaquim confessou o crime e apontou os mandantes e os moldes em que o crime ocorreu.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 08:59
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds