Quinta-feira, 26 de Abril de 2012

Ministra do Trabalho quer criar uma agência de recrutamento juvenil

O governo vai criar uma agência de recrutamento de jovens para trabalharem nas empresas de exploração mineira que operam no território nacional, tal como acontece para a contratação da mão-de-obra para as minas da África do Sul, revelou ontem a ministra do Trabalho, Maria Helena Taipo.
A ministra do Trabalho falava ontem no encontro que manteve com os jovens empreendedores da cidade de Maputo.
Taipo não revelou a data em que se vai criar esta agência de recrutamento de jovens para trabalharem nas empresas de exploração mineira no país, mas garantiu ser um dado adquirido, porque “é um dever do governo criar formas eficazes de empregar os jovens deste país, porque a riqueza também lhes pertence”.
A ministra do Trabalho explicou que essa agência não vai olhar para a experiência profissional no período de contratação, tal como acontece com o recrutamento da mão-de-obra para as minas da África do Sul, que é feita através da Teba.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 06:41
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Abril de 2012

Assassinato do Ayoob pode ser ajuste de contas - admite a polícia

A Polícia da República de Moçambique (PRM) continua sem pistas do assassino de Momade Ayoob, morto a tiro na tarde de sexta-feira pouco depois de sair da Mesquita Masjid-E-Jilani, na rua Rainha Nomatuku, na capital do país. Admite ter se tratado de ajuste de contas.
De acordo com o porta-voz da PRM, no comando da cidade, Arnaldo Chefo, as autoridades policiais continuam a investigar o caso para descobrir as causas do assassinato e identificar os possíveis autores.
Disse que até ao momento todas as hipóteses são válidas, incluindo a de ajuste de contas, entre o malogrado e o autor do crime ou possíveis mandantes, se este tiver sido o caso.
“Ainda estamos a investigar o crime, mas continua prematuro dar detalhes porque não há pistas do assassino e muito menos de prováveis causas que terão levado o autor a matar”, afirmou Chefo, citado pelo jornal Notícias.
O crime que tirou a vida a Momade Ayoob ocorreu na sexta-feira, pouco depois das 13.00 horas, junto à mesquita Masjid-E-Jilani quando do a vítima, na companhia de irmãos.
A vítima foi alvejada por um indivíduo que se supõe ser de origem asiática que se fazia transportar numa motorizada, tendo se posto em fuga após perpetrar o crime.
O malogrado estava ligado a firmas tais como Prime Invest, Real Câmbios, Car Center e Niza, Sociedade de Turismo do Triunfo, entre outras.
Era irmão do proprietário da principal loja de venda de brinquedos da cidade do Maputo, o mesmo que foi detido na Suazilândia com dois milhões, seiscentos e sessenta e seis mil e trezentos dólares norte-americanos não declarados, a caminho de Dubai
publicado por Jornal NMz Moçambique às 09:26
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Abril de 2012

GUEBUZA DIZ QUE É PERCA DE TEMPO PENSAR-SE NUM SEU TERCEIRO MANDATO

O Presidente Armando Guebuza descartou publicamente a possibilidade de forçar a alteração da Constituição da República para legitimar um seu terceiro mandato consecutivo na liderança dos destinos de Moçambique.
“Não vale a pena se pensar assim, porque é uma perca de tempo”, disse Guebuza, frisando que há outros filhos da pátria que “virão e farão o melhor para o bem de todos”.
Guebuza, que falava hoje num comício popular que orientou no Posto Administrativo de Lioma, distrito de Gurué, província central da Zambézia, inserido na presidência aberta e inclusiva, vincou que “não precisamos de alterar leis para aumentarmos mandatos”.
Ele respondia a algumas correntes da população local que se comprometeram publicamente a apoia-lo em caso de se recandidatar para um terceiro mandato.
O estadista moçambicano, que Quarta-feira encerra a sua visita de trabalho a Zambézia, iniciada na passada Sexta-feira, prometeu que tudo fará para ajudar ao seu sucessor. O segundo mandato de Guebuza termina em 2014.
“Como cidadão vou prestar a minha ajuda. Moçambique precisa de ser desenvolvido”, vincou Guebuza, deixando claro que não é apologista de alteração de leis só para salvaguardar interesses singulares em detrimento dos de uma nação que precisa de todos para sair da situação da pobreza em que se encontra.
Naquela ocasião, Guebuza elogiou, porém, o facto de o Posto Administrativo de Lioma ter pessoas preocupadas com maior justiça no trabalho para que se possa acabar rapidamente com a pobreza.
Ainda hoje, Guebuza visitou a empresa “Rei do Agro”, de capitais norte-americanos e que cultiva, desde 2010, em Lioma, extensas áreas de Soja. Este ano, esta empresa, que já investiu cerca de 3,1 milhões de dólares norte-americanos, espera colher 200 toneladas de Soja, segundo garantiu a AIM, o respectivo Director Executivo, Chishamiso Mawoyo. A primeira colheita de 70 toneladas de Soja ocorreu em 2011.
Lioma é considerado a capital da Soja não só devido a acção desta empresa mas porque esta cultura está também a ganhar terreno a nível do sector familiar.
Até aqui a Soja produzida em Lioma é comercializada dentro do país a unidades industriais de produção de óleos e rações. A Soja também poder ser usada para o fabrico do leite.
Quarta-feira, Guebuza escala o distrito de Morrumbala, antes de rumar, Quinta-feira, a província de Manica.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 22:11
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Abril de 2012

Autor angolano reflecte sobre implicações da liberdade de Imprensa

Liberdade de expressão e de imprensa


”A Liberdade de Expressão e de Imprensa. Implicações Éticas na Infância”, é a mais recente obra literária de Domingos da Cruz. O livro foi lançado em Luanda, este mês de Abril.
Na obra sobre a liberdade de expressão e de imprensa, o autor restringe a sua reflexão, para uma abordagem balizada do tema. Redimensiona as instruções socializadoras, a igreja, a escola, a família, que coloca em evidência perante os desafios actuais da imprensa contemporânea, optando pelas metas tradicionais da ciência, com propósito de compreender o ”seu” objecto de reflexão.
Domingos da Cruz tem publicado os livros, ”Quando a Guerra é necessária e Urgente” e ”Para Onde Vai Angola”. A sua mais recente obra, a terceira, traz a debate a problemática sobre a liberdade de expressão e de imprensa.
Domingos da Cruz é Filósofo, Pedagogo e Jurista. Graduado em Filosofia e Pedagogia pelo IDBES e Mestre em Ciências Jurídicas- especialização em Direitos Humanos pela Universidade Federal da Paraíba-UFPB- Brasil. Jornalista, Escritor, Pesquisador, Docente e vencedor do Prémio Nacional de Direitos Humanos, Categoria Ricardo de Melo.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 09:46
link do post | comentar | favorito

Inspector Cumbana destrona Dias Balate de director da PIC da cidade de Maputo

O ministro do Interior, Alberto Mondlane, exonerou na tarde de quinta-feira, Dias Balate, do cargo de director da Polícia de Investigação Criminal (PIC) da cidade de Maputo. Não houve comunicação oficial à Imprensa. O assunto é tratado com sigilo dentro da PIC, mas várias fontes policiais já confirmaram ao Canalmoz a saída de Dias Balate da direcção da Polícia de Investigação Criminal na capital.
Quando contactado pela nossa Reportagem Raul Freia, porta-voz do Comando-Geral da Polícia, acabaria por confirmar a saída de Balate da direcção da PIC. Entretanto disse tratar-se de “cessação de funções”.
O novo director da PIC assumiu funções na sexta-feira passada em cerimónia fechada para a comunicação social. Não foi possível apurar o nome completo do novo “boss” da PIC na capital, mas segundo nossas fontes, é conhecido por Inspector Cumbana. As nossas fontes indicaram ainda que o novo director da PIC é o mesmo que alguns anos atrás esteve à frente do processo ilegal de invasão dos escritórios do advogado Abdul Gani, para a sua captura e de um estagiário de advocacia.
O Canalmoz questionou ainda o comandante-geral da Polícia, Jorge Khalau, sobre as razões da exoneração de Dias Balate. Não quis falar do assunto. Disse que não trata assuntos desse género ao telefone.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 09:24
link do post | comentar | favorito

“A Frelimo já esgotou toda a estratégia, só resta salvar-se para não morrer”

O presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, convocou os seus quadros a nível da província de Nampula, durante o último fim-de-semana, para uma reunião com vista a explicar-lhes o conteúdo das reuniões que já manteve com o seu acérrimo adversário, Armando Guebuza, simultaneamente presidente da Frelimo e da República.
A reunião teve lugar numa instância turística da chamada capital do norte. Estiveram presentes pouco mais de 200 renamistas, os quais ouviram o seu líder afirmar que “a Frelimo já esgotou toda a estratégia, só resta salvar-se para não morrer”.
“Alguns pensam que as reuniões que tenho tido com Guebuza são para suspender a agenda nacional da luta pela democracia”, disse ainda Dhlakama, para depois acrescentar: “quando nos encontramos – eu e o Guebuza – não é para falarmos de negócios nem de assuntos familiares. Trato de questões estratégicas para ajudar a população a manter a paz e a construir a democracia e evitar pôr a correr os comunistas da Frelimo”.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 08:23
link do post | comentar | favorito
Sábado, 21 de Abril de 2012

Mulheres desafiam tradição para salvar seus filhos do HIV

O uso da medicina tradicional em África está a se restringir devido à epidemia de Sida. Muitas mães, por exemplo, já estão a prescindirdo remédio da “panelinha” e do “caracol” para evitar passar o vírus HIV ao bebé durante a amamentação. Tudo porque dada a constituição desses medicamentos, essencialmente por copas e folhas secas de árvores, pode se criar lesões na boca ou no estómago do bebé, abrindo espaço para a entrada do HIV contido no leite materno da mãe, escreve a Agência de Notícias de Resposta ao Sida.


Salda Alfredo, de 34 anos, vive na periferia da cidade de Maputo e é mãe de três filhos, o mais novo dos quais com apenas sete meses. Os seus primeiros dois filhos sempre tomaram remédios tradicionais, mas no ano passado ela se descobriu portadora do HIV e começou imediatamente a fazer a terapia antiretroviral para evitar a transmissão vertical do HIV. Paralelamente, as enfermeiras do pré-natal a recomendaram apenas o leite de peito até os seis meses de vida do bebé.
Salda se mostrou à Agência de Notícias de Resposta ao SIDA determinada. “Não dou nada ao bebé. Apenas meu leite mesmo”, disse.
Questionada se não sentia falta do remédio tradicional para algumas enfermidades que possam apoquentar o bebé, ela respondeu nos seguintes termos: “não, porque tudo que o bebé sente o hospital resolve. Acho que tem todos os medicamentos”.
Hoje, ela dá ao bebé o xarope do antiretroviral Nevirapina que recebe mensalmente no hospital. “O primeiro exame feito no meu filho, quando ele estava com dois meses, deu negativo. Fizemos o segundo teste e também não acusou nada”, orgulha-se. Todavia, Salda terá que esperar pelo último exame que é feito no 18° mês de vida para certificar se o bebé está ou não completamente livre do HIV.


A mais de 30 km da cidade de Maputo, no distrito rural de Marracuene, Guida Alfredo Magaia conta que antes de ficar grávida fazia testes, mas nunca tinha acusado HIV. “Meu marido (trabalhador das minas da África do Sul) quis que fizéssemos filhos. Tivemos o primeiro, mas na segunda gravidez acusou HIV”, lembra.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 09:45
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds