Segunda-feira, 8 de Outubro de 2012

Pesquisa de minerais em Moçambique: Governo antevê aumento da procura de combustíveis

AS RECENTES descobertas de gás natural e a intensificação das actividades de pesquisa e de extracção de recursos minerais traduzem-se no aumento significativo do consumo de combustíveis líquidos em Moçambique, o que irá exigir o aprimoramento do sistema de abastecimento deste recurso energético.

O Ministro da Energia, Salvador Namburete, que fez estas revelações, falou da pertinência da expansão e modernização das infra-estruturas de abastecimento de combustíveis existentes no país, de modo a responder com eficácia aos novos desafios que se impõem, sobretudo pelo sector mineiro.

Salvador Namburete falava semana finda no acto que marcou a reabertura da terminal oceânica da petrolífera britânica – BP – em Nacala-Porto.
Namburete enalteceu que a reabertura da infra-estrutura vai significar o reforço da capacidade de armazenamento de combustíveis líquidos não apenas em termos de espaço, como também no que diz respeito à melhoria da qualidade dos serviços prestados.

A reabilitação e modernização da terminal oceânica da BP representam um investimento calculado em dez milhões de dólares norte-americanos, devendo criar um número considerável de oportunidades de emprego.
Trata-se de uma infra-estrutura com uma capacidade de armazenamento estimada em 12 milhões de litros de combustíveis líquidos para automóveis e aviação.


Para Salvador Namburete, a terminal irá contribuir sobremaneira para impulsionar as actividades económicas em curso na região norte do país, particularmente na Zona Económica Especial, com destaque para a construção do Aeroporto Internacional de Nacala, cuja conclusão irá representar um aumento da procura de combustíveis para o sector da aviação.

Durante a cerimónia, um alto dirigente da BP a nível da África Austral anunciou a pretensão desta multinacional de implantar um projecto de processamento de combustíveis líquidos a partir do gás natural, propósito que se viera acontecer vai permitir a redução da dependência que o nosso país tem na importação destes produtos.

Devido à sua localização geográfica estratégica e pela existência de um porto de águas profundas, a cidade de Nacala tem sido nos últimos tempos destino de vários investimentos que concorrem para o seu crescimento socioeconómico, sendo por isso considerado pela BP como ponto incontornável.
A BP detém, em todo o país, 33 postos de abastecimento, oito depósitos destinados somente à aviação e é fornecedora de 100 empresas industriais.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 12:04
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds