Sábado, 6 de Outubro de 2012

Doze mil mineiros atirados para o olho da rua na África do Sul

A maior empresa de mineração de platina do mundo, a Amplats, anunciou a demissão de 12 mil dos seus mineiros que estavam em greve ilegal em Rustenburg, na África do Sul.

"Cerca de 12 mil funcionários decidiram não se apresentar [diante dos conselhos disciplinar], não assistir às audiências, e por isso foram demitidos", segundo um comunicado do grupo, filial da Anglo American, que tinham ameaçado demitir os grevistas ilegais que recusassem comparecer.

Os conselhos disciplinares foram convocados na terça-feira. "Os funcionários implicados conheceram ontem o veredicto na audiência. Terão três dias úteis para apelar", indicou a empresa.

As minas de Rustenburg estão sem funcionar desde 12 de setembro e a empresa já tinha feito vários ultimatos aos mineiros. Os grevistas pedem um aumento de salário para os 16 mil rands mensais.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 12:36
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds