Sábado, 22 de Setembro de 2012

Celas especiais estão em construção para Nini, Anibalzinho e outros criminosos 'por tendência'

Um pavilhão com mais de 30 celas especiais está a ser construído na Cadeia de Máxima Segurança da Machava, também conhecida por BO, com vista a enclausurar os perigosos cadastrados por tendência.

Para além de difícil regeneração, os criminosos a serem conduzidos a estas celas são todos aqueles apontados como sendo de difícil convivência e elevado grau de perigosidade para com o resto da sociedade, escreve o jornal Notícias na sua edição deste sábado.

Augusto Paulino, Procurador-Geral da República, que confirmou este facto ontem, em Maputo, disse que, com base nas informações que recebeu das autoridades prisionais que estão em frente do processo de construção das celas especiais na BO, espera-se que as mesmas estejam concluídas até finais deste ano ou início do próximo. O PGR explicou que alguns dos primeiros inquilinos desta unidade são os reclusos tidos como perigosos e que neste momento disputam as apertadas celas do Comando da PRM, na cidade de Maputo.

Segundo ainda o Notícias, Anibalzinho, Nini Satar, Ayob Satar, Vicente Ramaya, Abelardo Mavie e Daniel Ubisse fazem parte do grupo dos 44 reclusos detidos nas celas do Comando da PRM da cidade de Maputo, que, concluídas as obras de construção das novas celas, serão transferidos. Estes irão se juntar a outros considerados perigosos cadastrados neste momento em reclusão na BO.

Eles passarão a ter um maior e apertado esquema de controlo. Diferentemente de outras celas que albergam mais de um recluso, as novas celas apenas permitem a reclusão de uma pessoa.

A BO é considerada a Cadeia de Máxima Segurança no conjunto de todas que existem no país. Contudo, assolada por diferentes esquemas que vêm sendo furados para baralhar a segurança montada e que não só permitem a fuga de reclusos, mas também um inexplicável contacto dos reclusos com o exterior, as autoridades policiais apostam nas celas do Comando da PRM como o local mais adequado para albergar todos os indivíduos considerados perigosos cadastrados, transferindo-os da BO.
Porque o local não é adequado para albergar reclusos que cumprem penas, visto serem celas de prisão provisória, as autoridades prisionais avançaram com o projecto de construção de um pavilhão com medidas de segurança apertadas para acomodá-los.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 11:28
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds