Quinta-feira, 20 de Setembro de 2012

Governo devolve hoje infra-estruturas aos clubes

Um ano depois da realização dos décimos Jogos Africanos, o Comité Organizador do evento, COJA, irá proceder à entrega das infra-estruturas construídas e reabilitadas aos seus respectivos clubes. O acto terá lugar esta quinta-feira, a partir da 15h00, segundo deu a conhecer o Ministério da juventude e Desportos através de um comunicado.

Trata-se do pavilhão da Liga Muçulmana, court do Jardim Tunduro, campo do Maxaquene, salão da Escola Secundária Josina Machel, Clube Marítimo, Escola Secundária José Lhanguene e Chidenguele.

O jornal “O país” foi acompanhando todos os contornos do processo de organização dos décimos Jogos Africanos e soube que dos 140 milhões de dólares destinados à área de infra-estruturas, 50 foram direccionados para a reabilitação de infra-estruturas, 60 milhões para assegurar o funcionamento dos serviços e gestão dos transportes, alimentação, formação de voluntários, entre outros, mas após o término do evento. Contudo, o total dos valores disponibilizados situava-se abaixo das necessidades do COJA para organizar o evento. Por outras palavras, o COJA só teve acesso a 1 379 607 193.60 (um bilião, trezentos e setenta e nove milhões, seiscentos e sete mil, cento e noventa e três meticais e sessenta centavos) dos 4 040 067 240 (quatro biliões, quarenta milhões, sessenta e sete mil, duzentos e quarenta meticais) previstos.

Todas estas manobras desembocaram numa dívida aos fornecedores e prestadores de serviços durante o evento e na degradação dos locais que acolheram o evento, dez meses depois da realização dos Jogos Africanos, facto que forçou o COJA a engendrar uma segunda intervenção dos sítios.

Trata-se de um caso que se espera vir a ser esclarecido ainda hoje em conferência de imprensa.

Espera-se também que o Governo esclareça, numa conferência de imprensa, agendada para amanhã, o caso do défice orçamental de 1 225 171 657,99 (um bilião, duzentos e vinte cinco milhões, cento e setenta e um mil, seis centos e cinquenta e sete meticais e noventa e nove centavos), que viria a traduzir-se em dívidas.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 09:55
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds