Quinta-feira, 13 de Setembro de 2012

Tratamento macabro: Médico tradicional mata paciente à paulada

Um suposto médico tradicional identificado apenas por Abdala, encontra-se detido pela polícia em Ancuabe, acusado de ter assassinado, há dias, à paulada, um cliente que procurou seus serviços.

O jornal Notícias cita Renato Tiquite, Procurador-chefe de Ancuabe, província de Cabo Delgado, a dizer que tudo começou quando a vítima que em vida residia no distrito de Balama, onde era professor, depois de ter sofrido um roubo, se deslocou à sua terra natal, na sede distrital de Ancuabe, onde conheceu uma amiga com quem foi a Nipataco, a fim de efectuar um tratamento tradicional com vista à recuperação dos bens roubados.
De acordo com a fonte do Notícias, a viagem de Ancuabe para Nipataco foi feita de motorizada do finado e chegados ao curandeiro, este pediu que a moça ficasse em casa, para que ele e o professor partissem para a zona de Nanhupo, distrito de Montepuez, alegando existirem raízes que permitem a recuperação dos bens roubados.
Estranhamente, chegados à zona em alusão, o curandeiro e a vítima entraram na mata, onde pretensamente iriam à procura de medicamento apropriado para o caso.
O procurador de Ancuabe disse que o suposto médico tradicional terá declarado na procuradoria que quando chegaram na mata pediu a vítima para que ficasse de cócoras, altura em que se aproveitou para desferir golpes na nuca do seu cliente, tendo o finado perdido a vida imediatamente.
A fonte informou ainda que o falso médico tradicional teria de seguida vendido a motorizada, a um preço de nove mil Meticais. A jovem que acompanhou o professor ao curandeiro também esteve detida, para averiguações, mas já se encontra em liberdade.
Tiquite fez saber que Ancuabe está a registar um recrudescimento de crimes hediondos nos últimos dias, tendo adiantado que recentemente um jovem sofreu queimaduras graves como resultado de uma briga numa troca de copos com desconhecidos que depois atearam fogo contra si, na vila distrital.

“Foi uma briga de bebedeira. Cinco jovens estiveram a consumir cerveja numa das barracas aqui da sede distrital, mas houve um outro que se meteu no grupo sem ter sido convidado e consumiu a bebida num dos copos da mesa. Um deles retirou-se sorrateiramente do grupo, para ir comprar combustível com o qual regou o intruso e de seguida incendiou-o, tendo sofrido graves queimaduras em todo corpo, razão porque neste momento encontra-se internado no hospital provincial”- explicou Tiquite.
Segundo a fonte, as autoridades policiais conseguiram neutralizar, dois elementos que se presumem sejam do grupo, já no vizinho distrito de Meluco, para onde os autores do crime se terão refugiado, encontrando-se ainda à monte três deles.
O procurador de Ancuabe relaciona o recrudescimento de crimes em Ancuabe com o aumento do consumo de bebidas alcoólicas e da entrada naquela região de muitos estrangeiros atraídos pela exploração ilegal do rubi, na região de Namanhumbir, em Montepuez.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 09:00
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds