Sexta-feira, 22 de Junho de 2012

Jovem decepa cabeça e os genitais do filho

UM jovem está a contas com as autoridades policiais do distrito da Manhiça, em Maputo, por ter morto e decepado a cabeça e os órgãos genitais do filho de 1 ano e nove meses, numa ocorrência registada na terça-feira, na zona de Taninga.


O caso, que chocou os residentes e as autoridades administrativas da Manhiça, foi protagonizado por um jovem apenas identificado por Chivite, residente em Chókwè, província de Gaza, que se deslocou à casa da ex-esposa para visitar o filho.
De acordo com o administrador distrital, Artur Chindandale, que falou deste caso ao “Notícias”, o indiciado saiu com o filho da casa da respectiva mãe, cuja identidade não foi avançada, para um alegado passeio e, desde então, não mais regressou com o menor.
Ao se aperceber da demora do ex-marido e filho, a mulher comunicou aos familiares sobre um possível rapto do menor pelo respectivo progenitor, ao mesmo tempo que denunciava o caso às autoridades policiais.
Encetadas as diligências, a Polícia viria a descobrir o corpo da criança na zona de Taninga, mas já sem a cabeça e os órgãos genitais, suspeitando-se tratar de um caso de tráfico de órgãos humanos.
O administrador da Manhiça disse que a Polícia fez diligências que culminaram com a localização e detenção do suposto autor do crime hediondo, no distrito de Chókwè, em Gaza, tendo sido conduzido às celas do Comando Distrital da Polícia na Manhiça.
O suspeito, segundo a fonte, confessou a autoria material do crime e disse ter tirado a vida do filho para fins obscurantistas e se prontificou a acompanhar as autoridades para o local onde escondeu a cabeça e os órgãos genitais do filho.
“Estamos à procura de uma viatura para amanhã (hoje) ir à busca das outras partes do corpo da criança para servirem de provas materiais contra o suspeito”, disse Chindandale, acrescentando que as autoridades já tinham autorizado a realização do funeral da criança.
Chindandale disse ainda que este caso foi apresentado ao juiz de instrução criminal que decretou a prisão do suspeito, enquanto a Polícia de Investigação Criminal (PIC) conclui o seu trabalho.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 08:24
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds