Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

Ministro exonera deputados que dirigiam empresas públicas

O Ministro das Obras Públicas e Habitação, Cadmiel Muthemba, exonerou, semana passada, dois deputados da Assembleia da República (AR), o parlamento moçambicano, que também exerciam cargos de direcção na empresa pública Administração Nacional de Estradas (ANE).

Trata-se de Luciano de Castro, que exercia o cargo de Presidente do Conselho de Administração (PCA) da ANE e Agostinho Vuma, vogal em representação do sector privado nesta instituição. Ambos são deputados pela bancada parlamentar da Frelimo, partido no poder.

Num breve contacto telefónico com a AIM, o assessor do Ministro das Obras Públicas de Habitação, Joaquim Cossa, explicou que ambos submeteram um pedido de cessação de funções em Dezembro último.
Entretanto, o Ministro ainda não nomeou os respectivos substitutos, acto que poderá ocorrer brevemente.

Ainda são desconhecidas as razões que levaram Luciano de Castro e Agostinho Vuma a pedir a sua demissão.
Contudo, existem fortes indícios que a sua demissão poderá estar associada com a sua incompatibilidade na função de deputados da Assembleia da República e gestores de uma empresa pública.
Aliás, nos finais do ano passado, a AR aprovou a Lei de Probidade Pública que no artigo 48 refere que “é da responsabilidade do servidor público fazer a identificação e gestão das situações pessoais de conflito de interesses”.
Assim, os cidadãos que se encontrarem em situação de conflito de interesse ou de violação de quaisquer normas de conduta, estão sujeitos a nulidade dos actos ou contratos celebrados, responsabilização civil extracontratual e a punição criminal, nos casos mais graves.

A Lei de Probidade, em vigor a partir de 15 de Novembro de 2012, é aplicável aos servidores públicos, bem como autoridades de entidades não públicas singulares ou colectivas circunstancialmente investidas de poder público com vista a assegurar moralidade, transparência, imparcialidade e respeito pelo na gestão do património do Estado.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 17:07
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds