Sábado, 19 de Janeiro de 2013

Governo alerta para perigo das chuvas

O Governo moçanbicano chama atenção para a tomada de precauções face as chuvas que já estão a cair desde a noite de sexta-feira, particularmente nas províncias de Maputo e Gaza, bem como na cidade de Maputo, pois podem provocar mais inundações, deslizamentos de terra e outras consequências para a população.

Durante o Conselho Coordenador de Gestão de Calamidades dirigido pelo Primeiro-Ministro, Alberto Vaquina, foi recomendado ao Município de Maputo para retirar todas as pessoas que estão em zonas de risco até a manhã deste sábado.
Na cidade de Maputo, a maior parte dos bairros localizados na periferia, constituem zonas de risco devido ao deficiente sistema de saneamento.
“Estamos muito atentos para com as zonas sobejamente conhecidas na cidade de Maputo, como são os exemplos dos bairros Ferroviário, Costa do Sol, Laulane, Polana Caniço e outros, onde há ocorrência de desabamento de terra e outras situações em que as pessoas acabam ficando despojadas dos seus bens quando ocorre uma pequena chuva’, disse o Primeiro-Ministro. Assegurando tambem que, até este sábado, todas as pessoas que estão em zonas de risco na cidade de Maputo deverão ser retiradas para não deteriorar a sua situação.

Na sequência das chuvas que ocorreram no início desta semana, três pessoas morreram na Cidade de Maputo. Desde Outubro passado, as fortes chuvas que vem caindo em Moçambique provocaram a morte de 35 pessoas, 13 das quais durante este mês de Janeiro.

Por outro lado, o número de pessoas afectadas subiu para 4.342, sendo que algumas se encontram em centros de acolhimento.
“Precisamos monitorar a situação para que nas zonas de alto risco as pessoas não estejam lá. Há que melhorar os meios de articulação com o Município para não se repetir o que aconteceu nas últimas chuvas registadas no fim-de-semana e no dia 16 de Janeiro corrente”, defendeu.

Até ao momento, há registo de vários danos causados pelas enxurradas, havendo estradas e pontes destruídas, distritos isolados, alunos sem poderem estudar.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 15:32
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds