Domingo, 30 de Dezembro de 2012

Sinistros fazem derramar sangue

Os acidentes de viação continuam a ser a principal causa de morte nas nossas estradas, principalmente nesta época festiva. Só na última semana, pelo menos 31 pessoas morreram e outras centenas ficaram feridas em resultado de 24 acidentes de viação registados durante as festividades do Natal em todo o país. Maputo,

O excesso de velocidade, a fadiga e a condução em estado ébrio são as principais causas de mortes nos sinistros. A cidade de Maputo não pára de derramar sangue. Só nesta quinta-feira, quatro pessoas morreram em consequência de igual número de atropelamentos e um choque entre carros.

ATROPELAM E FOGEMEM . . .
Em menos de uma semana pelo menos 3 pessoas perderam a vida vítimas de acidentes de viação, na cidade de Xai-Xai, capital provincial de Gaza, tendo os automobilistas se posto em fuga sem socorrer as vítimas. Trata-se, de acordo com informações prestadas pelo chefe do Departamento da Polícia de Trânsito no Comando Provincial da Polícia, Ananias Gujamo, de uma prática condenável e desumana que deve merecer, da sociedade, a pronta denúncia e neutralização dos infractores.

Segundo Gujamo, em períodos festivos, alguns automobilistas envolvem-se em situações de consumo de álcool, para depois se fazerem à estrada, facto que propicia casos daquela natureza.


MAIS DE SEIS MIL
ATENDIDOS EM I´BANE
Pelo menos 6240 doentes foram atendidas em diferentes unidades sanitárias da província de Inhambane, durante a festa do Dia da Família, padecendo de diversas enfermidades. Destes, 218 foram vítimas de acidentes de viação e 228 envolveram-se em casos de agressão física. Segundo o director provincial da Saúde, Naftal Matusse, dos doentes que deram entrada nos hospitais durante as festas, dois perderam a vida no Hospital Distrital de Massinga.

Os acidentes de viação em número de sete, saldaram em sete óbitos, dez feridos graves e outros sete ligeiros. Os sinistros foram registados nos distritos de Zavala, Inharrime, Jangamo, Morrumbene, Massinga e cidade de Inhambane.

Matusse disse que as unidades sanitárias têm como stock de sangue 165 unidades, quantidades consideradas irrisórias para responder a procura neste período do ano. Para reforçar o líquido vital, o director provincial convida os dadores de sangue e outras pessoas de boa vontade para uma vez mais responder esta necessidade premente.
publicado por Jornal NMz Moçambique às 11:25
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Vandalizada sede do MDM

. Professores de nível supe...

. Raios mataram oito pessoa...

. Saúde preocupada com elev...

. Enfermeiros reúnem-se par...

. Ministro exonera deputado...

. Caso sequestros: Ministro...

. Em plena consulta: Explos...

. Oposição critica “insensi...

. Jorge Khálau reconduzido ...

.arquivos

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

.tags

. todas as tags

.favorito

. CIDADE DE TETE, VENDA DE ...

. BREVE HISTORIAL DE NOTÍCI...

. MOVIMENTO NMOZ:: Juntos ...

blogs SAPO

.subscrever feeds